Nova década, novo blog

Sempre quis ter um blog, mesmo sem saber bem sobre o que falar. Quer dizer, sempre falei bastante, mas organizar isso em um texto? Sofrido.

Não que eu tenha tentado com afinco. Até criei alguns blogs – já paguei até domínio – mas nunca passei de 10 posts.

Nos últimos anos tenho liderado a área de desenvolvimento de negócios da Telefônica ED_, uma unidade de consultoria e projetos de educação digital pertencente ao Grupo Telefônica. Uma das coisas temos feito aqui é a produção material educativo aberto, para ajudar nossos possíveis clientes em sua jornada de transformação digital através da educação. Não produzi nenhum (contratamos redatores), mas participei criando pautas, dei algumas entrevistas e isso fez querer registrar alguns pensamentos e opiniões pessoais, que não necessariamente estão ligadas à minha experiência profissional atual.

Outra coisa que eu aprendi durante esse projeto é que blog post bom é blog post com lista. Então organizei as 7 razões que me motivaram a criar um blog de novo:

7 motivos para tentar de novo

  1. É no começo de ano que se começam coisas novas;
  2. Penso em um monte de coisas sozinho e não quero que esses pensamentos morram comigo;
  3. Minha escrita é uma lástima, mas dizem que se você pratica melhora;
  4. Adoro falar sobre o que eu conheço e acredito, mas acho que os ouvidos da minha família/amigos merecem férias.
  5. Meus ídolos escrevem e quero ser igual a eles.
  6. Vou ter que muito para ter pauta e assim aprender bastante.
  7. Vai que eu consigo ganhar dinheiro com isso.

Se você chegou até aqui (obrigado!) provavelmente deve estar pensando: esse blog tem o que?

  • Sou vendedor de consultoria há bastante tempo, vai ter coisas sobre vendas consultivas (muita técnica, nada motivacional);
  • Nos últimos 5 anos tenho trabalhado com educação e tecnologia dentro de um dos maiores grupos econômicos do Brasil e da Europa, vai ter disso aqui;
  • Sou um economista de formação que teve o nome do Serasa por pura falta de planejamento (depois disso criei vergonha na cara e ajeitei minha vida). Vai ter finanças e quem sabe até um pouco de teoria econômica;
  • Qualquer outra “ideia fixa” que aparecer na minha cabeça.

E pra terminar, outra coisa que aprendi no projeto de inbound marketing: citação.

“Escrever é uma maneira de falar sem ser interrompido”

Jules Renard

Publicado por João Guilherme Braga

Economista, músico, vendedor, consultor, esportista, curioso por tecnologia, educação e política.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: